Após ser desmontado, avião apreendido com maconha chega à sede da PF em Marília

De acordo com a Polícia Federal, por ter sido apreendida a aeronave não poderia mais levantar voo, por isso foi necessário um esquema de segurança para retirar o maquinário de Paraguaçu Paulista.

O avião agrícola apreendido durante uma operação da Polícia Federal de combate ao tráfico de drogas chegou na tarde desta segunda-feira (5) na sede da PF em Marília.

A aeronave precisou ser desmontada para ser levada de Paraguaçu Paulista até Marília. Uma viagem de quase 80 km, que contou com forte esquema de segurança. O trânsito até precisou ser bloqueado na avenida em frente à PF.

Na aeronave, os policiais encontraram 990 quilos de maconha e outros 400 quilos estavam escondidos no hangar onde o avião foi flagrado. Três pessoas foram presas durante a ação no último sábado (3), entre elas um bombeiro aposentado.

De acordo com a PF, o avião precisou ser desmontado porque não poderia mais levantar voo após a apreensão.

Ainda segundo as informações, a aeronave usada na pulverização de lavouras está registrada por uma empresa de aviação agrícola do Mato Grosso do Sul, mas a polícia ainda não conseguiu contato com o dono.

Os três homens presos na operação – o piloto José Albano Martins da Neves, Ronaldo Camilo dos Reis e João Franco de Lacerda, que é bombeiro aposentado e mora e Paraguaçu Paulista – foram levados para a Cadeia Pública de Assis.

Avenida em frente à PF foi bloqueada na chegada da aeronave (Foto: Ricardo Freitas / TV TEM )
Três suspeitos foram presos na operação da Polícia Federal (Foto: Divulgação )
Maconha estava escondida no tanque de armazenamento de produtos químicos do avião (Foto: Divulgação )
Maconha estava escondida no tanque de armazenamento de produtos químicos do avião (Foto: Divulgação )

#MAIS LIDAS DA SEMANA