Um jovem de apenas 19 anos cometeu suicídio em sua residência no centro de Cândido Mota (SP).

O corpo do rapaz foi encontrado enforcado na manhã deste domingo (20) por familiares. Na tentativa de salvá-lo a Polícia e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas segundo o os bombeiros o jovem havia morrido horas antes.

A Polícia Civil e a Perícia foram acionadas e atendem a ocorrência.

ALERTA SOBRE O SUICÍDIO

Segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria, o suicídio, há anos, é a segunda causa de morte em jovens dos 15 aos 29 anos de idade. Em mulheres, é a principal causa de mortalidade na faixa etária dos 15 aos 19 anos. Apesar de ser o desfecho trágico de um conjunto de fatores – é equivocado e simplista associar o suicídio a uma única causa – estudos mostram que mais de 90% das vítimas apresentavam pelo menos um transtorno psiquiátrico, especialmente a depressão, considerada o principal fator de risco para o suicídio.

Observação – Mudanças bruscas de comportamento, isolamento social e abandono de atividades prazerosas, tristeza persistente, alterações do sono e apetite, queda no rendimento escolar, lesões sem explicação aparente (sugerindo autoagressão) e mensagens que caracterizam desesperança, despedida ou com conteúdo de morte nas mídias sociais, são um sinal de alerta e não podem ser negligenciadas. Pais, escolas e profissionais de saúde devem estar atentos e capacitados para identificar as transformações que apontam para condutas de risco.

A grande maioria dos suicídios é evitável. Embora pensamentos de morte e de suicídio sejam relativamente frequentes em pessoas passando por problemas difíceis, a imensa maioria das pessoas encontra formas mais adequadas de lidar e superar os problemas.

O enfrentamento dos problemas, a busca de apoio em familiares, amigos, grupos sociais como os religiosos e a procura de ajuda junto a profissionais de saúde estão entre as estratégias de um enfrentamento bem-sucedido. Dentre as estratégias de prevenção, a identificação e o tratamento dos transtornos psiquiátricos são as mais eficazes.

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. Informações sobre o atendimento pelo número 188.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Motociclista e policial em bicicleta morrem em acidente com caminhão

Caminhão mudou de faixa na rodovia, atingiu a moto, que foi arremessada contra o PM.

Dupla é presa com 345 kg maconha em veículo guinchado

Suspeitos estavam em caminhão-guincho abordado na Raposo Tavares.

Vídeo flagra homem ateando fogo em carro na região

O veículo, que pertence a uma servidora municipal, ficou destruído.