Fique conectado

Polícia

Jovem dá a luz em banheiro de hospital e mata bebê em Maracaí

Família da mulher não sabia que ela estava grávida. Crime chocante ocorreu na madrugada desta quinta-feira (21).

Publicado em

6.481

Um crime de infanticídio chocou os moradores da cidade de Maracaí (SP) na madrugada desta quinta-feira (21).

De acordo com a Polícia Civil, uma jovem de 18 anos foi ao Pronto Socorro da cidade sentindo cólica e antes mesmo de ser atendida foi ao banheiro onde deu a luz e em seguida matou a criança.

Após o infanticídio ela deixou o bebê no banheiro da unidade de saúde, foi medicada contra as dores de cólica e foi embora. A criança foi encontrada por funcionários que acionaram a polícia.

A jovem foi encontrada e ao ser questionada ela confessou o crime e contou ainda que estava gravida a 7 meses e a família não sabia.

Ela e o corpo do bebê foram encaminhados ao Instituto Médico Legal e após os exames, a mulher foi presa em flagrante.

Por meio de nota, o Hospital de Maracaí lamentou o caso e esclareceu o ocorrido, confira:

ESCLARECIMENTO

“O Hospital de Maracaí esclarece que G. E. S., de 18 anos, habitante do distrito de São José das Laranjeiras, em Maracaí, às 18:36 deu entrada para passar por consulta, com queixa de cólicas menstruais.

Ela não informou que estava grávida e não parecia estar, de acordo com os funcionários que a atenderam. Antes da consulta ela foi ao banheiro.

Durante a consulta ela foi medicada conforme a queixa que apresentou, e foi liberada. Posteriormente um funcionário encontrou o corpo do bebê no banheiro, com sinais de enforcamento.

A morte foi constatada e a polícia foi informada. A suspeita foi presa, e levada a Assis para passar por exame de corpo de delito, para confirmar se teve parto recente, na Santa Casa de Assis.

O Hospital de Maracaí lamenta profundamente o ocorrido.

Assessoria de Imprensa do Hospital de Maracaí”

Polícia

Homem é condenado a 14 anos de prisão por assassinato de esposa em Paraguaçu

Réu estrangulou a vítima no imóvel em que viviam. Ela morreu aos 49 anos.

Publicado em

Do i7 Notícias
Homem é condenado a 14 anos de prisão por assassinato de esposa em Paraguaçu (Foto: Manoel Moreno)

Homem é condenado a 14 anos de prisão por assassinato de esposa em Paraguaçu (Foto: Manoel Moreno)

João José dos Santos foi condenado a 14 anos de prisão, em regime fechado, pelo assassinato da sua esposa, Wilse Helena Oliveira Machado dos Santos, em Paraguaçu Paulista (SP). O julgamento popular ocorreu nesta sexta-feira, dia 19.

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Paraguaçu Paulista votou pela condenação do réu por Feminicídio (Violência Doméstica contra a Mulher).

Wilse Helena morreu aos 49 anos, no dia 10 de janeiro de 2018, de forma cruel. Ela foi estrangulada por João José durante a madrugada, na casa em que eles viviam, no Jardim das Oliveiras.

Homem é condenado a 14 anos de prisão por assassinato de esposa em Paraguaçu (Foto: Manoel Moreno)

Homem é condenado a 14 anos de prisão por assassinato de esposa em Paraguaçu (Foto: Manoel Moreno)

Continue lendo

Polícia

Funcionário é preso após ser flagrado furtando combustível da empresa que trabalha

Ele vendia o litro do diesel furtado por R$ 1,50 para sitiantes de Paraguaçu Paulista (SP) e Assis (SP).

Publicado em

Do i7 Notícias
Veículo que o acusado utilizava para transportar o combustível que furtava (Foto: Cedida/PM)

Veículo que o acusado utilizava para transportar o combustível que furtava (Foto: Cedida/PM)

Um homem, de 45 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira, dia 18, ao ser flagrado furtando combustível da empresa em que trabalha, em Paraguaçu Paulista (SP). Ele confessou que praticava o furto há quase um ano.

Um dos funcionários da empresa já estava desconfiado do furto de diesel, pois o consumo estava muito alto, e sempre ao verificar o sistema de GPS de controle de veículos, notava que no turno do indiciado sempre havia um desvio de rota.

Nesta quita-feira, o funcionário estava se deslocando para outra cidade, quando se deparou com um caminhão da empresa, conduzido pelo indiciado, entrando em um canavial. Ele retornou para a empresa, fez o rastreamento do veículo e se deslocou até o local indicado. Ao chegar, encontrou vinte galões de diesel escondido entre a plantação de cana. Ele acionou a Polícia Militar e permaneceu no local até o caminhão com o acusado retornar.

O indiciado foi abordado. Ele confessou que estava retirando diesel da empresa há quase um ano, e vendendo para sitiantes de Paraguaçu Paulista (SP) e Assis (SP), pelo valor de R$ 1,50 o litro.

Ele recebeu voz de prisão e foi levado à Delegacia de Polícia.

Alguns dos galões apreendidos durante a ocorrência (Foto: Cedida/PM)

Alguns dos galões apreendidos durante a ocorrência (Foto: Cedida/PM)

Continue lendo

Polícia

Polícia localiza moto furtada em Cândido Mota

Veículo estava abandonado em uma mata no final da rua Antonio Marroni, no jardim Tangará.

Publicado em

De O Diário do Vale
Polícia localiza moto furtada em Cândido Mota (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Polícia localiza moto furtada em Cândido Mota (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Durante policiamento ostensivo e preventivo, com a finalidade de preservar a ordem pública, os policiais militares da viatura I-32307, se depararam com uma ocorrência de veículo localizado na manhã desta quinta-feira (18).

Segundo informações, eles foram até uma mata no final da rua Antonio Marroni, no jardim Tangará, onde localizaram uma motocicleta Honda CG 125 Fan, vermelha, placas de Cândido Mota, abandonada.

Em consulta, foi constatado que o veículo havia sido furtado no dia anterior, de uma residência próxima ao local onde foi localizada, também no jardim Tangará.

Assim, a motocicleta foi levada à Delegacia de Polícia e elaborado boletim de auto localizado, sendo devolvida a seu proprietário.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas