Fique conectado

Polícia

Homem que espancou idoso até a morte em Alagoas é preso em Cândido Mota

José Antônio de Jesus Silva foi preso em Nova Alexandria, distrito do município de Cândido Mota.

Publicado em

1.560

José Antônio foi preso em Cândido Mota, em São Paulo, por ter sido flagrado agredindo idoso até a morte em Alagoas (Foto: Divulgação/ Polícia Civil de São Paulo)

O homem que agrediu até a morte um idoso no mês passado em Olho D’Água das Flores, no Sertão de Alagoas, foi preso na tarde desta quinta-feira (22) pelas polícias Civil e Militar no distrito de Nova Alexandria, em Cândido Mota (SP). Uma mulher que é suspeita de ser cúmplice no crime foi detida. A polícia investiga se ela era agredida e mantida em cárcere privado. Ainda não há previsão para que o homem seja transferido para Alagoas.

Em 25 de agosto, uma câmera de um circuito de segurança registrou quando José Antônio de Jesus Silva, 29 anos, matou Gildo Maximino de Carvalho, 72 anos, com socos e chutes. Desde então o suspeito era procurado pela polícia. As imagens registraram que o suspeito chegou ao local do crime em uma moto com uma mulher na garupa. De acordo com a polícia, a mulher na garupa é a que foi detida nesta quinta.

O delegado Hugo Leonardo, titular da 2ª Delegacia Regional de Santana do Ipanema, explicou que depois das investigações de inteligência feitas pela delegacia alagoana, a polícia conseguiu identificar a localização do homem, em Cândido Mota. Ele contou que a equipe de Alagoas entrou em contato com as polícias de São Paulo, que prenderam José Antônio.

Hugo Leonardo também disse que em Alagoas, José Antônio usava o nome falso de Alex.

Logo após o assassinato, a polícia pediu a prisão de José Antônio por agressão seguida de morte.

Na época do crime em Olho D’Água das Flores, o filho do idoso José Maximino cobrou a prisão do suspeito de ter matado o pai.

““Esse cara tem que parar. Não só pela morte do meu pai. Mas por todas as outras pessoas que ele já fez mal e por outras que ainda podem ser vítimas dele”, disse o comerciante Flávio Carvalho.

Também na época do crime no sertão alagoano, a polícia divulgou que o suspeito era foragido da Justiça de São Paulo. José Antônio foi condenado pela Justiça de São Paulo pelo crime de feminicídio, por ter matado em 2007 a ex-companheira, a auxiliar de enfermagem Lucilene dos Santos Silva, 43 anos.

Lucilene dos Santos morta a facadas na casa onde vivia com agressor no bairro Jardins das Hortências, em Itupeva, no interior de São Paulo, meses depois de ter contratado um advogado para ajudar José Antônio a sair da prisão. Ele havia sido preso porque agrediu na rua uma outra mulher com quem tinha um outro relacionamento.

José Antônio também já respondia por tentativa de homicídio por tentar matar em 2015 outra ex-companheira.

Polícia

Mulher ataca cachorro com faca e tenta agredir outra pessoa

Segundo a PM, animal levou golpes pelo corpo depois que a mulher brigou com o companheiro. Ocorrência foi registrada em Jaú.

Publicado em

Do G1
Mulher ataca cachorro com faca e tenta agredir outra pessoa em Jaú — Foto: Polícia Militar/Divulgação
Mulher ataca cachorro com faca e tenta agredir outra pessoa em Jaú — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Uma mulher foi levada à delegacia depois de atacar um cachorro e tentar agredir uma pessoa, na tarde desta terça-feira (25), no Jardim Itatiaia, em Jaú (SP).

Segundo a Polícia Militar, a mulher teria discutido com o marido e esfaqueado o animal de estimação dele durante a confusão.

O cão, que levou várias facadas pelo corpo, foi encaminhado ao pronto-socorro veterinário pela polícia. Conforme a clínica informou ao G1, ele passou por cirurgia e não corre risco.

A suspeita foi levada para a delegacia e o caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária de Jaú.

Continue lendo

Polícia

Passageiras de ônibus são flagradas com tabletes de cocaína em rodovia

Apreensão ocorreu na rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Palmital.

Publicado em

Do G1
Tabletes de cocaína foram apreendidos em Palmital — Foto: Divulgação/ PM Rodoviária
Tabletes de cocaína foram apreendidos em Palmital — Foto: Divulgação/ PM Rodoviária

Duas jovens foram presas após serem flagradas com tabletes de cocaína dentro de um ônibus na rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Palmital (SP), na segunda-feira (24).

Segundo a Polícia Rodoviária, durante uma fiscalização da operação carnaval, os policias abordaram um ônibus que tinha saído de Corumbá (MS) e seguia para Guarulhos.

Dos oito passageiros do veículo, os policiais notaram que duas mulheres, com 19 e 29 anos, demonstraram nervosismo e não sabiam informar o motivo da viagem.

A polícia fez busca pessoal e encontrou, com cada uma, um tablete de cocaína escondido na roupa. Ao todo, foram apreendidos um quilo da droga.

As duas mulheres foram encaminhadas para Central de Polícia Judiciária de Assis

Continue lendo

Polícia

Motorista fica ferido em acidente na rodovia Nelson Leopoldino em Palmital

Acidente aconteceu na noite deste domingo (23).

Publicado em

Do AssisNews
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um acidente de trânsito registrado às 19h50 de domingo (23) deixou um vítima leve em Palmital (SP).  O veículo transitava pela rodovia Nelson Leopoldino (SP-375). A informação é do Jornal da Comarca.

Por circunstâncias a serem apuradas, uma caminhonete Amarok preta, com placa do Paraná,  bateu contra a traseira de um caminhão no quilômetro 8,5 da Nelson Leopoldino. De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, os veículos trafegavam no sentido Palmital/Andirá.

O motorista foi socorrido por uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros de Cândido Mota e encaminhado ao Pronto-Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Palmital. O caso também foi atendido pela Polícia Civil, que vai apurar as causas do acidente.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas