Homem assassinado em Cândido Mota já havia sofrido tentativa de homicídio

Leandro Soares Gazotto, de 33 anos, foi morto na manhã de domingo, dia 13.

Leandro Soares Gazotto, de 33 anos, foi morto na manhã de domingo, dia 13.

Leandro Soares Gazotto, de 33 anos, foi morto na manhã de domingo, dia 13.

O homem que foi morto na manhã do último domingo (12), no jardim das Palmeiras, em Cândido Mota (SP), já havia sofrido uma tentativa de homicídio 10 dias antes.

Na noite do dia 3, Leandro Soares Gazotto, de 33 anos, estava na porta de sua residência, no mesmo bairro, quando foi atingido por um tiro de arma de fogo. Segundo o registro policial, o ‘garupa’ de uma moto efetuou dois disparos, sendo que um deles atingiu o homem no braço.

No dia, a vítima conseguiu correr para dentro do imóvel e se esconder, até a chegada da Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros, que o socorreu até o Pronto Socorro da Santa Casa de Cândido Mota.

Na manhã deste dia 13, Leandro estava na rua Sebastião Ramos, esquina com a rua Ana Leite, no jardim das Palmeiras, quando foi atingido na cabeça por disparos de arma de fogo. O homicídio ocorreu por volta das 10h05.

O Corpo de Bombeiros de Cândido Mota chegou a ser acionado, porém constatou o óbito.

A Polícia Militar preservou o local até a chegada da Polícia Judiciária, para a realização da perícia.
A Polícia Civil investiga o caso.

Leandro Soares Gazotto, de 33 anos, foi morto na manhã de domingo, dia 13 (Foto: Reprodução/O Diário do Vale)
Leandro Soares Gazotto, de 33 anos, foi morto na manhã de domingo, dia 13 (Foto: Reprodução/O Diário do Vale)

*O Diário do Vale

#MAIS LIDAS DA SEMANA