Liminar obriga que médicos da Santa Casa de Palmital retornem ao serviço

Profissionais da saúde alegam que estão com os salários atrasados.
Hospital alega que está passando por problemas financeiros.

Santa Casa não está atendendo pacientes, apenas pronto-socorro (Foto: Reprodução/TV TEM)
Santa Casa não está atendendo pacientes, apenas pronto-socorro (Foto: Reprodução/TV TEM)

A Santa Casa de Palmital (SP) conseguiu uma liminar na Justiça que obriga os médicos especialistas a voltar ao trabalho. Os profissionais abandonaram o serviço alegando que estão com os salários atrasados. Nesta sexta-feira (11), nove médicos retornaram às atividades.

Os funcionários entraram em greve no dia 1º de novembro. O atendimento no hospital de referência da cidade, que atendia em média 140 pessoas por dia, está paralisado. Técnicos de enfermagem, funcionários da limpeza e do setor administrativo paralisaram.

A Santa Casa afirma que está passando por dificuldades financeiras e os funcionários alegam que estão com salários atrasados há sete meses. Segundo o sindicato da categoria, eles estão há dois meses sem pagamento e sem receber cestas básicas.

A Santa Casa informou que não tem conseguido honrar os compromissos porque não recebeu repasses da prefeitura no valor de R$ 420 mil. Mas afirma que pagou metade dos salários de setembro e entregou cestas básicas no início da semana.

#MAIS LIDAS DA SEMANA