Cão morre ao defender dono de ataque de pit bull

Cachorro da raça dachshund passeava com o dono quando eles foram surpreendidos pelo outro animal, que estava solto na rua, em Jaú, à 235 km de Assis (SP).

Snoopy era a companhia do aposentado há sete anos (Foto: Reprodução/ TV TEM )

Um cachorro da raça dachshund morreu após ser atacado por um pit bull na quarta-feira (14) em Jaú (SP). Segundo o dono, eles passeavam pela rua quando o cão tentou defendê-lo ao serem surpreendidos pelo pit bull, que estava solto na rua.

O dachshund, que tinha o nome de Snoopy, era a companhia do aposentado Firmino Augusto há 7 anos. “Era muito doce, coitado. Muito, muito bom”, lembra o aposentado.

Segundo o aposentado, a dupla voltava para casa quando foi atacada em frente a um posto de saúde. Ainda conforme o aposentado, os pacientes chegaram a fechar as portas da unidade de saúde com medo da violência do pit bull. Um dos vizinhos tentou ajudar o homem e o Snoopy, mas não conseguiu.

O técnico de futebol José Antônio Domingos, que tentou ajudar, conta que usou um pedaço de madeira para espantar o cachorro. “No momento que eu vi aquele ato de dor, não tive outra iniciativa senão socorrer o senhor e o cachorro, que estava sendo engolido pelo pit bull, mas não foi possível. É tão verdade que até quebrou o pedaço de madeira.”

Depois do ataque, o pit bull fugiu e machucou outros dois animais na rua. Segundo os moradores da região, ele continua solto.

A filha do aposentado, Regina Canhete Velho, afirma que não conhece o dono do pit bull, mas registrou um boletim de ocorrência. O caso agora será investigado pela polícia.

Regina já tinha outro cachorro da mesma raça, que agora também vai fazer companhia para o aposentado, mas ressalta que nenhum animal vai tomar o lugar do cãozinho que salvou a vida do pai dela.

“Era um exemplo de bom amigo, de dedicação e amor. Sentimentos que muitas vezes fazem falta no ser humano.”

Marcas de sangue podem ser vistas no local onde ocorreu o ataque (Foto: Reprodução / TV TEM )

#MAIS LIDAS DA SEMANA