Fique conectado

Região

Valores de pedágio na rodovia SP-333 em Marília são revelados

A data prevista para o início da operação ainda não foi divulgado.

Publicado em

2.995

Placa com preços que serão cobrados já foi instalada (Foto: Leonardo Moreno)

O pedágio construído na rodovia SP-333 em Marília (SP) já pode entrar em funcionamento, conforme autorização publicada pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) na última sexta-feira (7).

Os valores que serão cobrados já estão definidos e constam em placas instaladas nas proximidades da praça de pedágio. Lonas escuras foram colocadas para esconder os preços, mas o vento removeu a cobertura e a informação foi revelada.

Motocicletas pagarão R$ 3,60; automóveis e utilitários, R$ 7,30; veículo com semi reboque, R$10,90; com reboque, mais de R$ 14,50. Já os meios de transportes maiores são cobrados por eixo.

A publicação da Artesp no Diário Oficial do Estado de São Paulo indica que os pedágios da concessionária Entrevias “já estão aptos a funcionar, assim como já foram cumpridos todos os requisitos técnicos e contratuais”

Para início da operação dos equipamentos era necessária a execução de algumas obras previstas, como a conclusão da duplicação no trecho que liga a praça até a cidade de Marília, e a adequação da sinalização e os elementos técnicos das praças.

“O início efetivo da operação das Praças de Pedágio depende, agora, de homologação por parte da Secretaria de Logística e Transporte (SLT), conforme estipulado no contrato de concessão”, diz a Artesp.

A reportagem procurou a pasta para saber quando isso será feito e a data exata em que será iniciada a cobrança. A Secretaria no entanto, disse que só a Artesp pode responder sobre o assunto.

A Entrevias também foi procurada pelo MN. Por telefone foi informado que “a entrada em funcionamento agora depende da homologação pela Secretaria de Logística e Transportes”.

Os valores já estão definidos e pedágio pode começar a funcionar a qualquer momento (Foto: Divulgação)

Região

Detran.SP leiloa 301 veículos em Marília

Apenas online, evento vai leiloar carros e motos com direito a documentação e também para desmanche e reciclagem.

Publicado em

Do AssisNews
Detran.SP leiloa 301 veículos em Marília (Foto: Divulgação)

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) leiloa, a partir da próxima quarta-feira (21), 301 veículos removidos por infrações de trânsito em Marília. Desses, 33 têm direito a documentação e podem voltar a circular. O restante será destinado a reciclagem e desmanches credenciados.

Os lances já estão abertos no site (www.sumareleiloes.com.br) e podem ser feitos até as 10h de quarta.

Pessoas físicas, a partir dos 18 anos, só podem adquirir os veículos com direito a documentação. O pagamento deve ser feito à vista. Após o arremate, os débitos são baixados e é necessário que o comprador efetue a transferência do veículo para o seu nome, emitindo um novo documento para o veículo.

Cabe salientar, contudo, que se o valor da venda não for suficiente para cobrir as dívidas, o antigo proprietário continuará responsável por quitá-las.

As fotos dos veículos estão disponíveis no site do leiloeiro. O número de lotes a serem leiloados está sujeito a alterações, pois os proprietários podem regularizar a situação de seus veículos e retirá-los do pátio antes da realização do evento.

Visita ao pátio

Os interessados no leilão podem fazer inspeção visual dos veículos no pátio nos dias 20, das 8h às 16h30, e 21, das 8h às 10h. O pátio em Marília fica na rua Ângelo Montolar, 81, bairro César de Almeida.

Regras

Os leilões são realizados conforme determina a legislação federal. Os veículos removidos por infração às leis de trânsito, como, por exemplo, falta de licenciamento, podem ir a leilão caso não sejam retirados por seus proprietários em até 60 dias, exceto os que têm pendência judicial, de acordo com a lei federal 13.160, de 2015.

Antes de ir a leilão, porém, o dono do veículo é notificado e tem prazo para reaver o bem. A notificação é feita por meio de edital publicado no Diário Oficial do Estado e no portal do Detran.SP (www.detran.sp.gov.br). Passado o prazo legal e não havendo manifestação do responsável, o veículo é relacionado para leilão.

O Detran.SP é responsável apenas por veículos removidos pela Polícia Militar, em perímetro urbano, por infrações que competem ao Estado fiscalizar, como racha, manobra perigosa, falta de licenciamento, veículo sem placa ou com a placa ilegível.

Veículos removidos por estacionamento irregular, por exemplo, são de responsabilidade das prefeituras. Aqueles removidos em estradas são de responsabilidade dos órgãos que atuam em rodovias, como o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Veículos removidos por envolvimento em crimes são de responsabilidade da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e aqueles com pendências judiciais competem ao Poder Judiciário.

Detran.SP leiloa 301 veículos em Marília (Foto: Divulgação)

Detran.SP leiloa 301 veículos em Marília (Foto: Divulgação)

Detran.SP leiloa 301 veículos em Marília (Foto: Divulgação)

Continue lendo

Região

Após apelo na web, menino com doença cardíaca encontra cartão usado para tratamento

Documento estava na carteira da mãe do menino que foi esquecida dentro de um ônibus em Cândido Mota (SP). Criança aguarda há dois anos para realizar cirurgia.

Publicado em

Do G1
Pedro Gabriel fez apelo na rede social da mãe para recuperar cartão — Foto: Reprodução

O pequeno Pedro Gabriel, de 8 anos, usou as redes sociais da mãe para fazer um apelo. Morador de Cândido Mota (SP), o menino nasceu com uma doença cardíaca grave e está na fila de espera para uma cirurgia há dois anos.

Entretanto, no fim de semana a mãe dele perdeu a carteira onde estava o cartão do sistema de saúde. Sem a identificação, ele perderia a vaga. Pedro teve a ajuda da mãe, a dona de casa Roberta Cristiane Rodrigues, para postar um vídeo dele pedindo ajuda para encontrar o documento. (Assista abaixo)

Roberta perdeu a carteira no sábado (10) e o vídeo foi postado no fim de semana. E o motivo da comoção se deu também porque o cartão é usado pelo menino para fazer o controle do tratamento, passar por consultas e liberar o uso de um cilindro de oxigênio em casa.

“Pegamos um ônibus para ir até outra cidade e, ao descer, percebi que tinha esquecido a carteira dentro. Tentamos correr atrás, mas não foi possível recuperar. O Pedro Gabriel, coitado, entrou em desespero na hora… Ele sabe da importância daquele cartão”, conta a mãe.

Foi então que decidiram gravar um vídeo e postar nas redes sociais pedindo ajuda. Roberta afirma que, além do cartão, todos os documentos pessoais dela estavam na carteira. “Mas só queria recuperar o cartão, o resto eu dava um jeito”, diz.

Menino de 8 anos recuperou cartão importante para tratamento cardíaco — Foto: Arquivo Pessoal

Ajuda inesperada

Para a surpresa de Roberta e Pedro Gabriel, uma pessoa apareceu na casa deles três dias depois dizendo que havia encontrado a carteira.

“Foi tanta emoção que eu nem lembro direito o nome dela… Só sei que dentro da carteira havia uma conta de energia e ela me encontrou pelo endereço que estava lá”, conta Roberta.

Logo em seguida, o garoto gravou outro vídeo agradecendo a todos que haviam compartilhado a publicação e dizendo que havia encontrado a carteira.

“Ele não queria voltar para o SUS, porque ele já está esperando há dois anos. Ele tem muito medo de morrer e seu tratamento dá duas opções: a cirurgia cardíaca ou uma prótese, feita por meio do catéter”, explica Roberta.

De acordo com a dona de casa, apenas a prótese custa em torno de R$ 15 mil, e a família não tem condições de pagar. “Ele tem muito medo da cirurgia, por isso a prótese seria o ideal. Mas, infelizmente, não temos dinheiro”, diz.

Continue lendo

Região

Caminhão avança placa de ‘Pare e Siga’ e atinge perua escolar e carro em rodovia

Sete pessoas, entre elas 6 crianças, ficaram feridas em acidente que envolveu três veículos na Rodovia Transbrasiliana (BR-153).

Publicado em

Do G1

Sete pessoas ficam feridas após motorista de caminhão não ver placa de “Pare e Siga”, em Promissão — Foto: Assessoria Prefeitura de Promissão/Divulgação

Sete pessoas ficaram feridas após acidente na tarde desta quarta-feira (14) em Promissão (SP).

Segundo a Polícia Rodoviária, um caminhão que seguia na Rodovia Transbrasiliana (BR-153), não viu a sinalização da operação de “Pare e Siga” e atingiu a traseira de um carro e de uma van escolar que estava parada.

Com a batida, seis crianças e o motorista do veículo ficaram feridos e foram encaminhados ao Hospital Geral do município.

Corpo de Bombeiros prestando socorro às vítimas de acidente em Promissão (SP) — Foto: Assessoria Prefeitura de Promissão/Divulgação

O Corpo de Bombeiros, a Polícia Federal e a concessionária estiveram no local e socorreram as vítimas. Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura de Promissão, o prefeito também esteve no local para prestar assistência às famílias.

A van escolar é um serviço terceirizado da prefeitura responsável pelo transporte de crianças moradoras de um assentamento próximo à rodovia. No momento do acidente as crianças estavam sendo levadas de volta para suas casas.

O motorista do carro, que fraturou a costela, e uma das crianças, com trauma na região abdominal, permanecem em observação e seguem estáveis. As outras cinco crianças já foram liberadas.

Caminhão danificado após colisão em carro e van escolar — Foto: Assessoria Prefeitura de Promissão/Divulgação

Perua escolar danificada após colisão que feriu sete pessoas — Foto: Assessoria Prefeitura de Promissão/Divulgação

Criança sendo socorrida após acidente em Rodovia Transbrasiliana (BR-153) — Foto: Assessoria Prefeitura de Promissão/Divulgação

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas