Fique conectado

Região

Valores de pedágio na rodovia SP-333 em Marília são revelados

A data prevista para o início da operação ainda não foi divulgado.

Publicado em

2.689

Placa com preços que serão cobrados já foi instalada (Foto: Leonardo Moreno)

O pedágio construído na rodovia SP-333 em Marília (SP) já pode entrar em funcionamento, conforme autorização publicada pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) na última sexta-feira (7).

Os valores que serão cobrados já estão definidos e constam em placas instaladas nas proximidades da praça de pedágio. Lonas escuras foram colocadas para esconder os preços, mas o vento removeu a cobertura e a informação foi revelada.

Motocicletas pagarão R$ 3,60; automóveis e utilitários, R$ 7,30; veículo com semi reboque, R$10,90; com reboque, mais de R$ 14,50. Já os meios de transportes maiores são cobrados por eixo.

A publicação da Artesp no Diário Oficial do Estado de São Paulo indica que os pedágios da concessionária Entrevias “já estão aptos a funcionar, assim como já foram cumpridos todos os requisitos técnicos e contratuais”

Para início da operação dos equipamentos era necessária a execução de algumas obras previstas, como a conclusão da duplicação no trecho que liga a praça até a cidade de Marília, e a adequação da sinalização e os elementos técnicos das praças.

“O início efetivo da operação das Praças de Pedágio depende, agora, de homologação por parte da Secretaria de Logística e Transporte (SLT), conforme estipulado no contrato de concessão”, diz a Artesp.

A reportagem procurou a pasta para saber quando isso será feito e a data exata em que será iniciada a cobrança. A Secretaria no entanto, disse que só a Artesp pode responder sobre o assunto.

A Entrevias também foi procurada pelo MN. Por telefone foi informado que “a entrada em funcionamento agora depende da homologação pela Secretaria de Logística e Transportes”.

Os valores já estão definidos e pedágio pode começar a funcionar a qualquer momento (Foto: Divulgação)

Região

Homem morre após ser picado por jararaca na zona rural de Sabino

Vítima chegou a ser socorrida, teve que ser transferida para a Santa Casa de Lins (SP) e, no caminho, não resistiu.

Publicado em

Do G1
Homem foi picado por uma jararaca como a da foto; a espécie é classificada como peçonhenta — Foto: Arquivo TG

Um homem de 58 anos morreu na tarde desta segunda-feira (17) após ser picado por uma jararaca, espécie de cobra peçonhenta, na zona rural de Sabino (SP).

De acordo com informações do Centro de Saúde da cidade, Januário Rodrigues de Souza foi levado para a unidade, passou por atendimento e, em seguida, precisou ser transferido para a Santa Casa de Lins por conta da gravidade dos ferimentos.

Durante o caminho, ele não resistiu e acabou morrendo. O corpo de Januário está sendo velado em Lins e o enterro será realizado às 16h.

De acordo com o biólogo e professor de uma universidade de Bauru, Dorival Coral, existe um soro específico para a picada da jararaca. No entanto, o soro geral, conhecido como antiofídico, pode ser administrado caso a vítima não saiba a espécie do animal.

“Os dois possuem a mesma eficácia. Se tiver o específico, ótimo. Se não, o geral também irá combater o efeito do veneno com a mesma eficácia”, explica.

Segundo o biólogo, o tempo de espera até a administração do soro é de até quatro horas. O especialista reforça que isso é uma média e que depende da gravidade do ferimento.

“Tudo depende da quantidade de veneno que o animal injetou no organismo da pessoa. Se for muito grande, o atendimento precisa ser feito o mais rápido possível”, diz.

Continue lendo

Região

Moradora de Cândido Mota ganha R$2 mil na promoção Instalação Premiada

A promoção tem o objetivo de estimular as famílias que estão recebendo seus kits gratuitos a instalarem o equipamento e vivenciarem mais rápido a experiência com a TV Digital.

Publicado em

Do AssisNews

Sandra Pereira Borges, de 36 anos, trabalha como empregada doméstica e mora com o marido e as duas filhas na Vila Assunta, em Cândido Mota (SP). Ela ficou sabendo que tinha direito ao kit gratuito com antena e conversor por meio da irmã.

“Liguei para agendar e na semana seguinte já retirei os equipamentos aqui em Cândido Mota mesmo”, contou Sandra. Foi o marido quem fez a instalação. “A imagem ficou bem melhor do que estava. Ficou muito limpa”, afirmou ela.

Sandra ficou muito feliz e surpresa quando soube que havia sido sorteada na Instalação Premiada: “Eu nunca ganhei nada na minha vida. Não imaginava que eu ganharia. Minha mãe e minhas duas irmãs também estão participando dos sorteios, então falei para minha mãe que uma de nós tinha que ganhar”.

Sobre o prêmio, ela já sabe o que vai fazer. “Vai me ajudar muito. Vou reformar meu banheiro, que está precário”, comemorou.

A consultora da Seja Digital Ana Paula Giroto entrega o prêmio para a ganhadora Sandra Pereira Borges (Foto: Divulgação)

A Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico de televisão para o digital, está distribuindo kits gratuitos para as famílias que têm direito aos equipamentos.

São mais de 845 mil kits disponíveis para as 395 cidades do interior de São Paulo que terão o sinal analógico desligado em 28 de novembro.

Para incentivar a instalação imediata do equipamento, a Seja Digital criou a Promoção Instalação Premiada, que está sorteando prêmios de R$2 mil, em cartões pré-pagos, até a data do desligamento do sinal analógico de TV na região.

No dia 28 de novembro, data do desligamento do sinal analógico de TV na região, todas as famílias inscritas na promoção também vão concorrer a um prêmio de R$20 mil reais, em cartão pré-pago.

Para concorrer à promoção, a população precisa instalar em casa seu kit gratuito, que vem com antena digital e conversor com controle remoto. No final do processo de instalação aparece um código na tela da TV. Após esta etapa, é necessário entrar no site sejadigital.com.br/concorra ou ligar no147 (ligação gratuita) com o número do código gerado e se cadastrar para concorrer.

O próximo sorteio acontecerá no dia 17 de outubro, e o premiado terá seu nome divulgado no site da Seja Digital e em sua página no Facebook.

Retire o kit gratuito, instale os equipamentos e participe!

Distribuição de kits gratuitos 

Para saber se tem direito ao kit e agendar a retirada, a população deve ligar gratuitamente para o número 147 ou acessar o portalsejadigital.com.br/kit com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

Continue lendo

Polícia

Motociclista perde o controle da direção ao passar por faixa elevada em Paraguaçu

Ela sofreu ferimentos leves e foi levada ao pronto-socorro.

Publicado em

Do i7 Notícias
A vítima perdeu o controle da direção ao passar pela faixa elevada (Foto: Manoel Moreno)

Uma motociclista sofreu ferimentos leves após passar por uma faixa elevada e perder o controle da direção, na noite da última quinta-feira (13), na Avenida Siqueira Campos, em Paraguaçu Paulista (SP).

Para reduzir o número de acidentes de trânsito registrados na Avenida Siqueira Campos, a Prefeitura Municipal adotou alguns meios de segurança, sendo um deles a implantação de faixas elevadas.

Mesmo com placas sinalizando a existência destas faixas, uma motociclista passou despercebida e perdeu o controle da direção, próximo ao cruzamento com a Rua Salmen Zahuy. A vítima caiu ao chão e foi socorrida pelo Resgate do Corpo de Bombeiros.

(Foto: Manoel Moreno)

(Foto: Manoel Moreno)

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas