Fique conectado

Região

Clientes da Vivo ficam sem sinal de celular por cinco horas em Assis

Cidades vizinhas também ficaram sem a cobertura do sinal. Em nota, a operadora informou que o problema aconteceu devido ao rompimento de fibra ótica.

Publicado em

347

Clientes da Vivo ficam sem sinal de celular por 5 horas

Usuários da telefonia móvel Vivo registraram problemas no sinal de celular, em Assis (SP) e cidades da região como  Cândido Mota (SP), Tarumã (SP) e outras, na tarde desta quarta-feira (16).

Pouco depois das 17h, os aparelhos já exibiam a mensagem ‘sem serviço’ e, até as 20h50, ainda não havia sido restabelecido.

Em nota, a Vivo informou que, devido a rompimento de fibra ótica, ocasionado por terceiros, os clientes móveis os clientes estavam com dificuldades para realizar e receber chamadas e utilizar a internet.

A empresa disse que os reparos já foram concluídos por volta das 21h do mesmo dia e o serviços estão normalizados.

Polícia

Corpo de idoso desaparecido há três dias é achado ao lado de caçamba em Palmital

Homem de 75 anos que desapareceu no último sábado (12) foi achado em terreno próximo ao pronto-socorro, sem sinais aparentes de violência. Ele foi enterrado nesta segunda-feira (14), sem velório.

Publicado em

Do G1
Adão Rodrigues da Mota, de 75 anos, estava desaparecido desde sábado (12): sem sinais aparentes de violência — Foto: Arquivo pessoal
Adão Rodrigues da Mota, de 75 anos, estava desaparecido desde sábado (12): sem sinais aparentes de violência — Foto: Arquivo pessoal

O corpo de um idoso de 75 anos que estava desaparecido desde a manhã do último sábado (12) foi encontrado na manhã desta segunda-feira (14) em um terreno baldio ao lado do pronto-socorro, no bairro Paraná, em Palmital (SP). O corpo estava ao lado de um caçamba.

Segundo a Polícia Militar, um funcionário da empresa de caçambas encontrou o corpo de Adão Rodrigues da Mota e entrou em contato com a corporação. Ainda de acordo com a PM, não havia sinais aparentes de violência.

O local foi isolado e passou por perícia da Polícia Civil. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Assis, para a realização de exame necroscópico que determinará as causas da morte.

O enterro do corpo de Adão Rodrigues da Mota foi realizado nesta segunda-feira no Cemitério Municipal de Palmital. Não houve velório. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Corpo de idoso desaparecido há três dias é achado ao lado de caçamba em Palmital — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Corpo de idoso desaparecido há três dias é achado ao lado de caçamba em Palmital — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Continue lendo

Polícia

Homem morre e quatro ficam feridos em acidente na SP-294

O acidente aconteceu no quilômetro 437 + 700 metros. O motorista de 33 anos morreu no local.

Publicado em

Do Marília Notícia

Um homem de 33 anos morreu e outros quatro rapazes ficaram feridos em um grave acidente na madrugada deste sábado (12), na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), entre Marília e Vera Cruz.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), por volta de 5h30 o motorista de um veículo Ford Fiesta, que seguia no sentido Marília a Vera Cruz, perdeu o controle da direção, bateu contra a canaleta de escoamento de água no acostamento e capotou.

O acidente aconteceu no quilômetro 437 + 700 metros. O motorista de 33 anos morreu no local. A identidade dele não foi revelada até o momento. Os quatro passageiros, sendo um adolescente de 17 anos, um rapaz de 25 anos e outros dois de 24 anos, ficaram feridos. Dois tiveram ferimentos leves e os outros dois graves.

De acordo com a PRE, após a perícia o veículo foi recolhido pela família. Consta para a polícia que todas as vítimas eram moradoras de Garça.

O familiar de uma das vítimas relatou ao Marília Notícia que horas depois o automóvel teria sido visto em uma chácara próxima ao acidente. Um vídeo que circula nas redes sociais e mostra o estado em que ficou o veículo foi enviado para a redação do MN. Não há informações sobre como carro parou no local.

Continue lendo

Região

Chuva destelha casas em Paraguaçu Paulista e Defesa Civil atende famílias

“Nesta segunda-feira, dia 14, faremos os laudos para o devido encaminhamento e para a solução de cada ocorrência”, informa o coronel Hipólito.

Publicado em

Por Silvana Paiva
Defesa Civil de Paraguaçu atende famílias que tiveram casas destelhadas por forte ventania (Foto: Silvana Paiva)
Defesa Civil de Paraguaçu atende famílias que tiveram casas destelhadas por forte ventania (Foto: Silvana Paiva)

A Defesa Civil foi acionada para atender famílias de Paraguaçu Paulista que foram prejudicadas por forte ventania, chuva e chuva de granizo ocorridas no fim da tarde deste domingo (13), de acordo com a informação do chefe da Defesa Civil do município, coronel Carlos Alberto Hipólito Ferreira.

“Além da chuva e do granizo, o pior foi o vento que foi muito forte. Com isso, tivemos cinco chamadas para a Defesa Civil. O Corpo de Bombeiros nos acionou e tivemos algumas ligações diretamente na Guarda Municipal e, assim, a Defesa Civil atuou cobrindo algumas casas com a lona que temos para esse fim. Nesta segunda-feira, dia 14, faremos os laudos para o devido encaminhamento e para a solução de cada ocorrência”, informa o coronel Hipólito.

No decorrer das ocorrências, o coronel relata que o que chamou a atenção da Defesa Civil foi o destelhamento do depósito da Casa Nossa Senhora Aparecida que atingiu casas vizinhas, mas sem o registro de feridos.

“Em outro destelhamento que registramos também, este mais grave, por ser um material mais pesado, as telhas voaram por mais de 200 metros, atingiram algumas casas, mas a maioria acabou caindo nas ruas vizinhas e não feriu ninguém”, conta o chefe da Defesa.

O coronel Hipólito alerta para a possibilidade de ocorrência de chuvas fortes com raios, vendavais e chuvas de granizo depois de um longo período de estiagem, como aconteceu neste domingo. “A orientação para a população de Paraguaçu Paulista é para que se proteja, busque abrigo e evite áreas abertas quando da eminência de um temporal”, orienta o coronel Hipólito.

Defesa Civil de Paraguaçu atende famílias que tiveram casas destelhadas por forte ventania (Foto: Silvana Paiva)

Defesa Civil de Paraguaçu atende famílias que tiveram casas destelhadas por forte ventania (Foto: Silvana Paiva)

Defesa Civil de Paraguaçu atende famílias que tiveram casas destelhadas por forte ventania (Foto: Silvana Paiva)

Defesa Civil de Paraguaçu atende famílias que tiveram casas destelhadas por forte ventania (Foto: Silvana Paiva)

Defesa Civil de Paraguaçu atende famílias que tiveram casas destelhadas por forte ventania (Foto: Silvana Paiva)

Defesa Civil de Paraguaçu atende famílias que tiveram casas destelhadas por forte ventania (Foto: Silvana Paiva)

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas