Fique conectado

Região

Vira-lata ganha a web em vídeo de destruição do quarto da dona: ‘Adotei cachorro e cresceu dinossauro’

“Chico”, de oito meses, mora em Bauru com a família e o outro cachorro, o “Luke”. Imagens foram compartilhadas nas redes sociais e foram vistas por milhares de pessoas.

Publicado em

1.084

Vira-lata viralizou com destruição de quarto — Foto: Arquivo pessoal

Um vira-lata de oito meses ganhou a web nesta quinta-feira (18) ao transformar o quarto da dona em um cenário de guerra. A família de Bauru (SP) adotou o Chico ainda filhote para fazer companhia ao Luke, o outro cachorrinho da casa.

O vídeo da dona, Patrícia Rodrigues Barros, de 48 anos, viralizou nas redes sociais com milhares de visualizações. Ao G1, ela conta que os dois animais ficam no quintal de dia e dormem do lado de dentro à noite.

No dia da destruição, a gerente de uma empresa de telefonia conta que foi ao cinema e duas horas depois voltou para casa e encontrou o Chico deitado no colchão e com a roupa de cama rasgada. O outro cachorro, o Luke, não aparece no vídeo, mas estava embaixo da cama.

“Fiquei chocada, quase enfartei. Fiz o vídeo, coloquei toda a espuma para conseguir dormir e no outro dia comprei um protetor de colchão”, diz.

Apesar de ter falado que iria se livrar dele, a dona afirma que foi apenas uma brincadeira e que está acostumada a ter a casa revirada pelo “meliante”.

“Estou tipo marido que não quer encarar a mulher e fica no bar e não quer ir para a casa. Neste caso eu sou o marido e o Chico é a mulher. Adotei cachorro e cresceu dinossauro”, brinca.

Chico, de Bauru, dorme dentro da casa — Foto: Arquivo pessoal

Chico, de Bauru, dorme dentro da casa — Foto: Arquivo pessoal

O vira-lata, segundo a dona, tem no currículo quatro “caminhas” de cachorro, todas as almofadas da sala, roupas penduradas no varal, vasos de planta e o quarto acabados. No entanto, o único objeto que ele ignorou foi uma casinha de papelão.

“A gente quer agradar, mas parece que não gosta. O mais simples e mais fácil de destruir foi o que gostou.”

Chico faz companhia para o Luke em Bauru — Foto: Arquivo pessoal

Chico faz companhia para o Luke em Bauru — Foto: Arquivo pessoal

Cão ou furacão?

O cachorro entrou para a família depois de ser adotado em uma feira, em Bauru. Na ocasião, ele seria uma nova companhia para o Luke, que tem 7 anos. Essa ao menos era a ideia da filha mais velha, de 25 anos, da Patrícia.

“Tinha uns trinta cachorros que pareciam loucos. Acredite, ele era o único, no cantinho, com carinha de dó. Eu mal sabia que estava se passando de vítima. Pegamos um cão e virou um furacão, mas carinhoso”, diz.

Mesmo depois de viralizar, a dupla será mantida na casa com a família. A dona chegou a publicar nas redes sociais que não iria deixá-lo ou abandoná-lo com a grande repercussão do vídeo.

“Vai ficar dentro de casa, tenho dó. A gente fala que vai devolver, mas é só brincadeira.”

Chico destruiu todas as caminhas, segundo a dona — Foto: Arquivo pessoal

Chico destruiu todas as caminhas, segundo a dona — Foto: Arquivo pessoal

Família o adotou em feira de Bauru — Foto: Arquivo pessoal

Família o adotou em feira de Bauru — Foto: Arquivo pessoal

Polícia

Polícia apreende celulares e eletrônicos sem nota fiscal com trio em rodovia de Florínea

Um homem e duas mulheres foram abordados na SP-333, em Florínea (SP), com material vindo do Paraguai escondido no para-choque e no painel. Eles foram levados para PF e liberados.

Publicado em

Do G1
A maior parte da apreensão foi de aparelhos celulares, 42 no total; havia também perfumes e componentes de computador — Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação
A maior parte da apreensão foi de aparelhos celulares, 42 no total; havia também perfumes e componentes de computador — Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação

Três pessoas foram detidas e levadas para a Polícia Federal (PF) de Marília (SP) após serem surpreendidas na rodovia Miguel Jubran (SP-333), na noite desta terça-feira (10), com material eletrônico sem nota fiscal escondido no carro.

A abordagem aconteceu no km 450 da rodovia, em Florínea (SP), onde policiais pararam um veículo com placas de Foz do Iguaçu (PR).

Segundo a polícia, o motorista de 41 anos apresentou nervosismo e durante fiscalização foi encontrado o material ilegal escondido no painel e no para-choque do veículo.

No total, foram apreendidos 42 aparelhos celulares, seis perfumes, 470 cartões de memória e uma placa para computador, todos vindos do Paraguai e sem nota fiscal.

Além do motorista, no carro estavam duas mulheres, de 32 e 34 anos. O trio e o material foram encaminhados para a PF. As três pessoas que estavam no carro foram indiciadas por descaminho, ouvidas e liberadas.

Policial durante revista ao veículo que tinha produtos sem nota fiscal escondidos dentro do para-choque — Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação'

Policial durante revista ao veículo que tinha produtos sem nota fiscal escondidos dentro do para-choque — Foto: Polícia Rodoviária/Divulgação

Continue lendo

Polícia

Idoso morre após passar mal durante golpe de falso sequestro em Marília

Filho da vítima relatou à polícia que criminosos pediram R$ 5 mil para libertar sua irmã. Idoso ficou inconsciente no carro, quando os dois iam fazer a transferência, e parte do dinheiro foi depositada.

Publicado em

Do G1

A Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte de um idoso de 66 anos que passou mal após ser vítima de um golpe de falso sequestro em Marília (SP). O filho de Luiz Antonio Lopes registrou um boletim de ocorrência de extorsão na terça-feira (10).

De acordo com o registro da Polícia Civil, o filho do idoso contou aos policiais que, no dia 1º de dezembro, seu pai havia recebido uma ligação, na qual criminosos diziam que tinham sequestrado a filha dele. Para libertá-la, a vítima precisaria fazer uma transferência de R$ 5 mil.

Após a ligação, pai e filho foram de carro até a agência bancária para fazer o depósito, mas no meio do caminho, o idoso passou mal e perdeu a consciência. Segundo a polícia, neste momento, o filho pegou o celular e começou a falar com um dos dois criminosos, que se identificou como integrante de uma facção criminosa.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o filho levou o idoso ao pronto-socorro e continuou andando de carro pela cidade. Pelo celular, ele fez duas transferências para os criminosos, de R$ 2 mil e de R$ 1,7 mil.

Depois das transferências, segundo o homem relatou à polícia, um parente conseguiu entrar em contato com a filha do idoso, que informou que não tinha sido sequestrada.

No entanto, o idoso que foi levado ao pronto-socorro não resistiu ao “trauma que sofreu”, segundo o boletim de ocorrência, e morreu devido a um infarto.

Continue lendo

Região

Postagem de mãe viraliza após filha voltar de festa de fim de ano na escola com bolo inteiro: ‘Queriam os mais bonitos e decorados’

No post, moradora de São José do Rio Preto (SP) escreveu que a menina voltou triste da confraternização. Garota disse ter sido a única a comer um pedaço.

Publicado em

Do G1
Post de mãe viraliza após contar experiência da filha em festa de escola de Rio Preto — Foto: Reprodução/Facebook
Post de mãe viraliza após contar experiência da filha em festa de escola de Rio Preto — Foto: Reprodução/Facebook

Uma postagem feita por uma mãe de São José do Rio Preto (SP) viralizou nas redes sociais após ela contar que ninguém quis comer um bolo caseiro levado pela filha a uma festa de fim de ano da escola.

Na mensagem publicada na sexta-feira (6), a mãe contou que a menina voltou triste da confraternização. A garota contou ter sido a única a pegar um pedaço.

“Só quiseram os outros bolos mais bonitos, recheados e decorados”, relatou a mãe. Ela afirmou pedido à filha que não ficasse triste com os amigos.

“Aí, a ensinei que na vida é assim, às vezes damos o melhor que podemos, e vai ter quem não goste. Assim será em casa, relacionamento, trabalho etc… Mas que temos que tirar o lado bom de toda situação”, escreveu.

Na publicação, a mãe disse ter proposto que as duas comessem o bolo juntas em um café da tarde. “Ela começou sorrir e gritar: ‘Eba, vamos tomar café em família'”, contou.

A mensagem teve mais de 50 mil curtidas e 20 mil compartilhamentos até as 9h desta terça-feira (10).

Muitos comentários apoiaram a atitude da mãe. “Amei o seu jeito de contornar a situação”, escreveu uma pessoa. “Parabéns, mamãe, quero uma fatia”, “A lição que eu tiro dessa história é a felicidade dessa criança com a reunião da família. Família unida, isso não tem preço”, disseram outras.

Post feito pela mãe foi compartilhado 19 mil vezes e curtido por 50 mil pessoas — Foto: Reprodução/Facebook

Post feito pela mãe foi compartilhado 19 mil vezes e curtido por 50 mil pessoas — Foto: Reprodução/Facebook

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas