Polícia Militar lamenta briga ocorrida no último dia 04, após vitoria do Brasil sobre a Colômbia

Como de costume os assisenses se reúnem na estátua de São Francisco, mas a festa acabou em uma briga generalizada e confronto com a Polícia.

No último dia 04 de julho a Seleção Brasileira derrotou a Colômbia e passou para as quartas de final da Copa do Mundo.
Como de costume, para comemorar as vitórias da seleção, os assisenses se reúnem próximo a estátua de São Francisco para festejar, mas o que era para ser apenas alegria, acabou em uma briga generalizada e confronto com a Polícia Militar.

Nesta segunda-feira (07) o 32º Batalhão da Polícia Militar divulgou uma nota na imprensa lamentando o ocorrido, até porque pessoas que não estavam envolvidas diretamente na briga e nem mesmo aquelas que não arremessaram qualquer objeto no policiamento, sofram com a intervenção seja respirando gás lacrimogêneo ou por estar próxima de uma granada de efeito moral.

 Confira a nota na integra:

Infelizmente, no ultimo dia 04 de julho de 2014, após vitória do Brasil sobre a Colômbia, valendo vaga nas semifinais da Copa do Mundo, foi necessária intervenção policial para conter os ânimos de algumas pessoas que haviam iniciado uma briga generalizada nas proximidades da Praça São Francisco, bem como no pátio do posto de combustíveis que lá existe.

Como de costume, após a vitória, os munícipes se concentraram na Praça São Francisco para festejar. A Polícia Militar apóia este tipo de festividade, tanto que em todos os dias em que o Brasil jogou na copa do Mundo, a Instituição programou operação policial para garantir a segurança das pessoas que lá compareceram.

No entanto, alguns desordeiros iniciaram uma briga que em poucos minutos se generalizou; para evitar maiores consequências foi necessária intervenção policial específica para separar os contendores.

Aproveitando esta circunstância, com nítido intuito de agredir os policiais que estavam de serviço, criminosos que estavam no meio da multidão, se valendo do anonimato propiciado por estarem nessa condição, passaram a atirar diversas garrafas de bebida alcoólica e latas de cerveja.

Em face desta agressão foi necessário iniciar atuação de dispersão da multidão com uso de munição química e de efeito moral. Uma pessoa foi detida e conduzida até a delegacia de polícia por ter agredido um policial militar. Alguns indivíduos que brigavam até tentaram entrar em luta corporal com os Policiais Militares de serviço. Infelizmente não foi possível identificar e deter os demais criminosos que conseguiram fugir.

A polícia militar lamenta esse tipo de situação, pois, é inevitável que pessoas que não estavam envolvidas diretamente na briga e nem mesmo aquelas que não arremessaram qualquer objeto no policiamento, sofram com a intervenção da polícia, quer seja respirando gás lacrimogêneo que seja por estar próxima de uma granada de efeito moral.

A polícia militar repudia o comportamento violento que, lamentavelmente, estraga uma festividade muito bonita e única, que é a comemoração de uma Copa de Mundo no Brasil.

Polícia Militar: Compromisso com o Cidadão.

Polícia Militar: Compromisso com o Cidadão.

Setor de Comunicação Social do 32º BPM/I

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA