Imagens aéreas mostram cratera “gigante” aberta em avenida de Assis

Buraco tem cerca de seis metros de profundidade, segundo bombeiros.
Corpo de motorista que teve carro arrastado pela correnteza foi encontrado.

Imagens mostram dimensão da cratera em Assis (Foto: Rodrigo Vella/Divulgação)
Imagens mostram dimensão da cratera em Assis (Foto: Rodrigo Vella/Divulgação)

Uma cratera de aproximadamente seis metros de profundidade se abriu no meio da Avenida Otto Ribeiro, em Assis (SP), durante a forte chuva que atingiu a cidade na tarde desta quarta-feira (4). Imagens aéreas divulgadas pela TV TEM mostram a dimensão do buraco (veja ví­deo acima).

Cratera se formou em avenida de Assis (Foto: Reprodução/TV TEM)
Cratera se formou em avenida de Assis (Foto: Reprodução/TV TEM)

Segundo os bombeiros, com o acúmulo da água da chuva, a tubulação acabou não suportando a pressão da água e cedeu e partiu ao meio a avenida. Até um poste foi engolido pela cratera. A cratera abriu onde passa o Córrego do Jacu que recebe grande quantidade da água da chuva da cidade.

Ainda segundo a corporação, a cratera continua deslizando e o local está interditado. A avenida é uma das principais da cidade e liga o centro de Assis aos bairros e a cidade vizinha de Cândido Mota.

De acordo com o Instituto de Pesquisas Meteorológicas em uma hora choveu um terço do previsto para todo o mês de janeiro.

Carro arrastado pela correnteza
Um carro foi arrastado pela correnteza quando a cratera abriu. O corpo do motorista que estava desaparecido desde a chuva foi encontrado dentro de um córrego em Cândido Mota (SP) no fim da manhã de quinta-feira (5). O corpo de José Misael Gomes, 63 anos, foi encontrado a oito quilômetros do local onde ele teria desaparecido, segundo os bombeiros. O local onde o motorista foi encontrado está¡ interditado.

Segundo os familiares, José Misael é morador de Cândido Mota e voltava do trabalho para casa quando aconteceu o acidente. Ele estava saindo do trabalho e normalmente sai ás 17h e ás 17h20 está aqui, mas não chegou. Minha mãe ligou no trabalho dele, ligou no celular e já não conseguia mais falar com ele, conta Fernanda Gonçalves Gomes, filha da ví­tima. O enterro de José será s 9h30 no cemitério municipal de Cândido Mota.

Coletivo ficou alagado com a chuva (Foto: Divulgação/Whatsapp)
Coletivo ficou alagado com a chuva (Foto: Divulgação/Whatsapp)

Estragos
Uma moradora registrou o teto do mercado Avenida que desabou com a força da chuva, mas ninguém se feriu. O terminal rodoviário ficou alagado e passageiros tiveram problemas para pegar os veículos.

Muitos carros se arriscaram para passar pela Avenida Otto Ribeiro e pela Rua Vicente Fernandes Figueiredo que tiveram vários pontos de alagamento. Na avenida Nove de Julho a água quase chegou na porta dos carros. Um ônibus não conseguiu passar pelo túnel na Rua André Perine e os passageiros precisaram ser resgatados.

No trecho urbano da Rodovia Raposo Tavares dois carros não conseguiram passará  e os veículos ficaram quase encobertos pela água. Moradores e Defesa Civil usaram uma corda pra tirar o veículo do meio da rodovia. A prefeitura e a Secretaria de Obras estão trabalhando para consertar os estragos.

Teto do mercado caiu com a força da chuva (Foto: Arquivo Pessoal)
Teto do mercado caiu com a força da chuva (Foto: Arquivo Pessoal)
Carros ficaram encobertos pela água em rodovia (Foto: Arquivo Pessoal)
Carros ficaram encobertos pela água em rodovia (Foto: Arquivo Pessoal)
Rodoviária ficou alagada (Foto: Leandro Barros Malaquias/Arquivo Pessoal)
Rodoviária ficou alagada (Foto: Leandro Barros Malaquias/Arquivo Pessoal)

#MAIS LIDAS DA SEMANA