Médico suspeito de cobrar por cirurgia autorizada pelo SUS é preso em Assis

Paciente com problema no útero gravou conversa em Assis (SP).
Advogado do médico suspeito não quis se manifestar nesta terça-feira (30).

Paciente disse que gravou a conversa e entregou para polícia; suspeito foi preso (Foto: Reprodução/TV TEM)

Um médico foi preso em Assis (SP) por supostamente ter pedido dinheiro para fazer uma cirurgia que já estava autorizada pelo SUS. A paciente Andréia Marcolino, que tem miomas no útero e há seis meses vinha fazendo tratamento, disse que gravou a conversa e entregou para a Polícia Civil, que prendeu o médico em flagrante. A reportagem da TV TEM tentou falar com o advogado do médico suspeito, mas ele não quis se manifestar.

Andréia afirmou que precisava de uma cirurgia com urgência, mas não conseguia agendar o procedimento pois o ginecologista disse que só havia um jeito de fazer a operação: pagando pelo serviço. A paciente decidiu então gravar a consulta com uma câmera escondida. Durante a conversa, em um consultório na Santa Casa de Assis, é possível ouvir uma voz que, de acordo com a denunciante, seria do suspeito dizendo que ele cobraria pela consulta: “mesmo pagando ou não pagando é uma cirurgia enorme: R$ 2,6 mil”.

Andréia disse que médico pediu R$ 2,6 mil pelo
procedimento (Foto: Reprodução/TV TEM)

“As investigações prosseguem, mesmo com ato de prisão em flagrante delito. É evidente que todas as provas necessárias para que a verdade venha à tona, quer para incriminá-lo ou para inocentá-lo, serão carreadas aos autos”, afirmou o delegado, Roberto Tucunduva Filho. A dona de casa Andréia Marcolino também foi ouvida pela polícia.

A dona de casa espera conseguir fazer a cirurgia sem pagar nada. “Já estava autorizada minha operação. O médico falou que pelo SUS ele só iria me operar em 2015. E se eu pagasse me operava ontem mesmo, que ele estava de plantão. Ele cobrou R$ 3 mil da parte dele. Meu marido falou que não tinha condições e ele baixou paras R$ 2,6 mil. Peguei e fui ao consultório, gravei e filmei toda essa conversa”, afirmou.

#MAIS LIDAS DA SEMANA