Fique conectado

Polícia

Jovem morre após ser baleado; Polícia alega que disparo foi acidental

Jovem de 22 anos foi atingido durante abordagem na saí­da da FAPI. O disparo atingiu o pescoço do jovem que não resistiu e acabou falecendo.

Publicado em

313

Um jovem santacruzense de apenas 22 anos morreu depois de ser atingido por um tiro na noite desta quarta-feira (8) após sair do show da Feira Agropecuária e Industrial (FAPI) em Ourinhos (SP).

De acordo com a polí­cia, Brian Cristian Bueno, que era morador do Parque das Nações, em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), estava em um veí­culo com outros quatro jovens que faziam “zigue-zague” derrubando alguns cones na Avenida Ferreira Jacinto Sá próximo ao recinto da FAPI, quando foram abordados pela polí­cia.

Jovens seguiam em avenida próxima ao recinto da Fapi, em Ourinhos (Foto: TV TEM/Reprodução)

Jovens seguiam em avenida próxima ao recinto da Fapi, em Ourinhos (Foto: TV TEM/Reprodução)

“Durante a abordagem, um policial abriu a porta do veí­culo e um segundo policial chegou com a arma em punho, neste momento a ví­tima levantou subitamente as mãos e com o susto o policial disparou acidentalmente” explicou o Capitão Wagner Duarte.

O disparo atingiu o pescoço do jovem que foi levado com vida para a Santa Casa de Misericórdia de Ourinhos, porém não resistiu e acabou falecendo.

Em depoimento o policial que fez o disparo informou que não teve a intensão de atirar no jovem. Ele foi preso em flagrante por homicí­dio culposo, quando não existe intenção de matar, e será encaminhado para o presidio militar Romão Gomes (SP), onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

Publicidade

Polícia

Mulher é encontrada morta dentro de quarto de hotel no Centro de Marília

Vítima foi localizada por funcionários com vários ferimentos pelo corpo; Samu foi chamado e constatou a morte no local.

Publicado em

Do G1
Polícia Científica esteve no local para fazer a perícia; Polícia Civil não descarta feminicídio (Foto: Guilherme Lopes/TV TEM)

Uma mulher foi encontrada morta com ferimentos pelo corpo dentro de um quarto de hotel no Centro de Marília (SP), na manhã desta segunda-feira (25).

Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima foi encontrada por funcionários do hotel, que chamaram o resgate. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte no local. A Polícia Militar também foi chamada para registrar a ocorrência.

A vítima, que não foi identificada, aparenta ter aproximadamente 40 anos de idade, segundo a polícia. As polícias Científica e Civil foram ao hotel para fazer a perícia e investigar a causa da morte e identificar um possível agressor, e não descarta, a hipótese de feminicídio.

Continue lendo

Brasil

Médico mariliense é encontrado morto em Aracaju

Publicado em

Do Marília Notícia

Médico Marcelo Bocardi foi encontrado morto no carro (Foto: Arquivo Pessoal)

O médico mariliense Marcelo Brandão Bocardi, de 35 anos, foi encontrado morto dentro do próprio carro na manhã deste domingo (24) em Aracaju, a capital do Sergipe. A suspeita é que ele tenha cometido suicídio.

Conforme a Central de Regulação de Urgência (CRU), uma equipe de resgate foi acionada por volta das 10h para atendimento de uma vítima que estava dentro de um carro, em um condomínio localizado no bairro Aruana.

No local, a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou que se tratava de um colega de trabalho. Bocardi atuava no Samu desde 2013.

A vítima identificada já estava sem os sinais vitais. Há suspeita de que ele tenha cometido suicídio por asfixia, no entanto, a motivação ainda é desconhecida.

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

Suicídio

Bocardi teria colocado duas mangueiras nos escapamentos de seu carro e as pontas estavam dentro do veículo. Os vidros foram fechados e vedados com um travesseiro, projetando toda a fumaça para o interior do carro.

Devido a grande quantidade de gás carbônico inalado, o médico não resistiu e morreu dentro do carro.

Grupo de ajuda

Marília conta com o Grupo de Prevenção ao Suicídio de Marília, que oferece palestras, rodas de conversas e atendimento psicológico social.

O projeto de Acolhimento aos Sobreviventes Enlutados por Suicídio trabalha em grupo com os familiares e amigos que perderam pessoas queridas por suicídio, que funciona toda terceira quinta-feira do mês na Faculdade Sul Americana, localizada na rua 4 de abril, 51.

Para outras informações dos projetos, basta entrar em contato pelo (14) 9-9789-0927.

Viver vale a pena

Vale lembrar que o  Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email, chat e Skype 24 horas todos os dias.

O contato pode ser feito pelo telefone 188 ou pelos outros canais disponíveis no site, que pode ser acessado .

Continue lendo

Polícia

Servente de pedreiro morre após ser agredido na zona rural em Assis

José Carlos da Silva Lim tinha 36 anos; ele chegou a ser socorrido mas não resistiu.

Publicado em

Do AssisNews

Um homem de 36 anos morreu horas depois de ser agredido na zona rural de Assis (SP) no início da noite deste domingo (24).

De acordo com informações, a vítima, o servente de pedreiro José Carlos da Silva Lim, de 36 anos, foi agredido no início da noite deste domingo na Rua José Paes Maldonado, na zona rural da cidade.

O homem foi encontrado gravemente ferido sob a estrada de terra. Ele foi socorrido pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros em estado consciente e teria dito que quatro homens o agrediram.

José ficou internado por algumas horas no Núcleo de Atendimento Referenciado (NAR) do Hospital Regional de Assis, mas não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passa por exames. A Polícia Civil investiga o caso.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas