Fique conectado

Polícia

Jovem mantida em cárcere privado com os filhos morava com o ‘marido’ desde os 10 anos

Rapaz de 25 anos foi preso em flagrante em Marília (SP) e passou por audiência de custódia. Ele responde por cárcere privado e maus-tratos, mas a polícia investiga também estupro de vulnerável.

Publicado em

878

Suspeito de 25 anos teve a prisão preventiva decretada pela Justiça em Marília — Foto: Polícia Civil (DDM) / Divulgação

A Justiça decretou na tarde desta quarta-feira (12) a prisão preventiva do rapaz de 25 anos suspeito de manter a mulher, de 18 anos, e os filhos do casal em cárcere privado em Marília (SP).

Ele vai responder por cárcere privado e maus-tratos, mas a polícia também abriu um inquérito para investigar a suspeita de estupro de vulnerável, já que a vítima, hoje com 18 anos, teria começado o relacionamento com o agressor quando tinha apenas 10.

Valdecir Júnior da Silva Bastos foi preso em flagrante na terça-feira (11), após uma denúncia anônima. A mulher dele e dois filhos, de 1 ano e 7 meses e outro, de 2 anos e 7 meses, foram encontrados na casa pela polícia com sinais de agressão.

Segundo a polícia, ele se negou a responder s perguntas e disse que só se manifestaria em juízo.

Polícia encontrou correntes que trancavam as portas da casa em Marília (Foto: Delegacia da Mulher/Divulgação)

Os policiais foram até o endereço indicado na denúncia e encontraram o imóvel trancado com cadeado e corrente. A jovem notou a movimentação dos policiais e conseguiu conversar com eles pelo muro. Ela contou que não tinha a chave da casa e não estava autorizada a sair do imóvel sem a presença do “marido”.

Com um mandado os policiais abriram o portão e na casa constataram condições precárias de higiene. A jovem contou que se relacionava com Valdecir há 8 anos. Ela disse que tinha saído de casa com 10 anos para viver com ele, que na época tinha 17, com o consentimento dos pais.

A vítima não soube informar há quanto tempo era mantida presa dentro de casa. Disse apenas que teve os filhos na maternidade e, desde então, não saiu para mais nada, somente acompanhada do “marido”. As crianças nunca tomaram vacina e, quando ela ou os filhos ficavam doentes, era ele quem saía para comprar remédios.

Local onde a mulher e as crianças ficavam estava sujo (Foto: Delegacia da Mulher/Divulgação)

“Ela estava bastante assustada e pediu ajuda para sair dessa situação. Há meses ela não saía de casa, era o ‘marido’ que fazia todas as atividades externas, fazia compras, ia ao supermercado, comprava remédios. Eles não iam nem ao médico”, explica a delegada da DDM, Viviane Sponchiado.

A justiça não informou para qual penitenciária o rapaz foi levado. A delegada também entrou com o pedido de medida protetiva urgente para a jovem e os filhos, que estão na casa de familiares.

A mãe da jovem também foi ouvida e disse não saber que a filha estava em situação de cárcere. Ela confirmou que a jovem saiu de casa para viver com o rapaz com apenas 10 anos e que as duas tinham pouco contato.

Polícia

Acidente causa lentidão na Raposo Tavares nas proximidades de Nova Alexandria

Acidente, registrado na noite desta quinta-feira (18), aconteceu durante tentava ultrapassagem.

Publicado em

Do Jornal da Comarca
Acidente causa lentidão na Raposo Tavares nas proximidades de Nova Alexandria (Foto: Sidney Fernandes/Difusora Assis)
Acidente causa lentidão na Raposo Tavares nas proximidades de Nova Alexandria (Foto: Sidney Fernandes/Difusora Assis)

Um acidente ocorrido no final da tarde desta quinta-feira causou lentidão na rodovia Raposo Tavares no trecho entre a comunidade Restauração e o Distrito de Nova Alexandria, em Cândido Mota (SP). O caso ocorreu com colisão traseira entre dois veículos de carga no trecho de subida em sentido Assis-Palmital, logo depois do local conhecido como “baixada da Cesp”.

De acordo com informações, o caminhão Mercedes-Benz azul, com placas de Leopoldina (MG), tentava ultrapassagem e colidiu conta a traseira de outro veículo de carga, que trafegava lentamente na pista da esquerda. O motorista, que reside no Espírito Santo e estava acompanhado do filho menor, não sofreu ferimentos.

O caminhão ficou imobilizado no local, fazendo com que o tráfego ocorresse apenas pela pista da direita, gerando lentidão no trecho e pequeno congestionamento em horário de grande fluxo. A ocorrência foi atendida pela Polícia Rodoviária e pela equipe da Cart.

Acidente causa lentidão na Raposo Tavares nas proximidades de Nova Alexandria (Foto: Sidney Fernandes/Difusora Assis)

Acidente causa lentidão na Raposo Tavares nas proximidades de Nova Alexandria (Foto: Sidney Fernandes/Difusora Assis)

Continue lendo

Polícia

Mulher é encontrada após ser vítima de sequestro em Paraguaçu Paulista

A vítima foi encontrada em um matagal, próximo à pista de caminhada do Centro de Convergência.

Publicado em

Do i7 Notícias
Simone Aparecida Pedro
Simone Aparecida Pedro

Simone Aparecida Pedro, de 41 anos, que estava desaparecida desde terça-feira (16), foi encontrada no início da noite desta quarta-feira, dia 17, em um matagal próximo à pista de caminhada do Centro de Convergência, em Paraguaçu Paulista (SP). Segundo informações, ela havia sido sequestrada.

Populares que encontraram Simone relataram que ela estava muito assustada e chorando muito. Eles entraram em contato com a família da vítima, que foram buscá-la.

Simone contou que na terça-feira foi abordada por três pessoas, que pegaram o seu dinheiro que havia acabado de sacar no banco e a jogaram dentro de um veículo. Outras informações, a vítima não conseguiu passar, devido ao seu estado emocional.

Simone foi encontrada por populares em uma mata próxima à pista de caminhada do Centro de Convergência

Simone foi encontrada por populares em uma mata próxima à pista de caminhada do Centro de Convergência

Continue lendo

Polícia

Mulher suspeita de tráfico de drogas é liberada após teste indicar cocaína falsa

Suspeita foi surpreendida vendendo ‘droga’, em Marília (SP), para um rapaz. Ela confessou que pegou a substância em São Paulo para entregar no interior.

Publicado em

Do G1

Uma mulher foi detida suspeita de tráfico de drogas após ser surpreendida entregando meio quilo de substância parecida com cocaína, em Marília (SP). Segundo a Polícia Militar, a suspeita acabou sendo liberada após o teste indicar que a droga era falsa.

A abordagem da Polícia Militar aconteceu nesta terça-feira (16) na rua Afonso Pena, onde a mulher, que estava com uma criança de colo, se assustou com a chegada da viatura e tentou fugir.

Ela e um rapaz que estava junto foram detidos. Durante a abordagem, os policiais encontraram com a suspeita 500 gramas da substância e um celular. Já com o homem foi encontrado apenas um celular.

Indagada, a mulher confessou que trouxe a substância de São Paulo e entregaria para o homem com quem conversava.

A droga foi apreendida, mas durante o teste o resultado foi “inconclusivo”. Ou seja, a cocaína foi considerada como “falsa”.

Os dois foram encaminhados para a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília, mas diante do resultado “inconclusivo” da droga, acabaram liberados.

A criança, que é filha da mulher, chegou a ficar sob os cuidados do Conselho Tutelar, mas com o resultado negativo da perícia, foi devolvida para a mãe.

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas