Fique conectado

Polícia

Secretária de universidade é presa suspeita de integrar quadrilha que vendia vagas em cursos de medicina

Mulher foi presa na casa dela, em Fernandópolis (SP), na manhã desta segunda-feira (22), durante nova fase da operação Asclépio.

Publicado em

1.181

Uma secretária da Universidade Brasil foi presa pela Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (22), em Fernandópolis (SP), durante mais uma etapa da operação Asclépio, que investiga venda de vagas para cursos de medicina.

De acordo com a polícia, Edna Maria Alves foi encontrada na casa dela, por volta das 6h20, e teve a prisão preventiva decretada.

Ainda de acordo com a polícia, quando a operação foi deflagrada, no dia 12 de abril, foram feitas buscas na casa e no escritório dela, na universidade.

A mulher foi levada para a penitenciária de Pirajuí (SP), na região de Lins. As prisões de outros nove envolvidos no esquema foram convertidas para preventiva.

A reportagem do G1 tentou entrar em contato com a Universidade Brasil, mas não obteve retorno.

Na semana passada, foram cumpridos, em Andradina (SP), mandados para bloqueio de 127 veículos espalhados por vários estabelecimentos de venda. Todos os carros seriam de um morador de Muritinga do Sul (SP), envolvido no esquema.

Investigação

As investigações começaram em abril de 2017, quando os diretores da Fundação Educacional do Município de Assis suspeitaram do ingresso de cinco alunos. Quando foram efetuar a matrícula do curso a biometria não coincidia com a digital do dia da prova do vestibular.

Na época, a faculdade não pôde impedir a matrícula dos alunos e, diante das provas, os cinco estudantes foram expulsos em 2018, já no segundo semestre do curso. A Fema ainda procurou a Polícia Civil para registrar a suposta fraude dos alunos.

Segundo a Polícia Civil, as investigações identificaram Adeli de Oliveira, de Presidente Prudente, como o principal articulador da fraude. Ele vendia as vagas para os cursos de medicina e também as transferências de alunos para outras faculdades. O valor cobrado por vaga seria de R$ 80 mil a R$ 120 mil por estudante.

Segundo a polícia, com o avanço das diligências, apurou-se a constituição de sofisticada organização criminosa composta de três grupos, todos interligados: 1) Grupo familiar; 2) Grupo dos captadores e vendedores de vagas; e 3) Grupo de intermediários na Universidade Brasil.

O primeiro grupo, comandando pelo cabeça do esquema, coordenava todas as ações, “se valendo dos trabalhos de vários subordinados (seus familiares)”.

O segundo grupo surgiu da necessidade de se captar “vendedores de vagas”. A polícia diz que, por conta do alto número de alunos, só os familiares do articulador do esquema não teriam condições de atender toda a “oferta de vagas” em universidades particulares e a procura de interessados.

O terceiro grupo é de pessoas ligadas à Universidade Brasil, que possui faculdade de medicina em Fernandópolis. A polícia diz que, sem este grupo, não seria possível obter “êxito no engenhoso crime”. Essas pessoas eram consideradas integrantes desta organização criminosa.

Dinheiro apreendido pela Operação Asclépio, que desmantelou quadrilha que “vendia” vagas em cursos de medicina — Foto: Stephanie Fonseca/G1

Polícia

Motorista fica ferido após bater carro em caminhão estacionado, em Rancharia

Homem foi socorrido para o Pronto-socorro da cidade com ferimentos leves. Acidente foi registrado na madrugada deste sábado (17).

Publicado em

Do G1
Carro bateu em caminhão estacionado (Foto: Ana Cláudia Ribeiro/Cedida)
Carro bateu em caminhão estacionado (Foto: Ana Cláudia Ribeiro/Cedida)

Um acidente entre carro e caminhão foi registrado em Rancharia, na madrugada deste sábado (17). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a ocorrência resultou em uma vítima com ferimentos de natureza leve.

Ainda de acordo com a corporação, o motorista do carro, por motivos a serem esclarecidos, colidiu contra um caminhão que estava estacionado na Rua Osvaldo de Assumpção Maffei.

O homem, que não teve a idade divulgada, foi socorrido para o Pronto-socorro da cidade com ferimentos leves, sendo apenas um corte no rosto, de acordo com os bombeiros.

Carro bateu em caminhão estacionado (Foto: Ana Cláudia Ribeiro/Cedida)

Carro bateu em caminhão estacionado (Foto: Ana Cláudia Ribeiro/Cedida)

Continue lendo

Polícia

PM surpreende adolescentes com produtos furtados da Secretaria de Saúde de Palmital

Produtos foram apreendidos pela Polícia.

Publicado em

Do Jornal da Comarca
PM surpreende adolescentes com produtos furtados da Secretaria de Saúde de Palmital (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

A Polícia Militar conseguiu recuperar na madrugada desta sexta-feira (16) parte de produtos que foram furtados da sede da Secretaria Municipal de Saúde, nas proximidades do posto de saúde na região central de Palmital (SP).

Policiais realizavam diligências pelo bairro São José e abordaram dois adolescentes, com idades de 16 e 17 anos, que portavam uma bolsa com grande quantidade de material de escritório. Os produtos foram apreendidos e os menores apresentados na Delegacia da Polícia Civil, onde foram ouvidos e liberados.

Segundo informações obtidas pelo Jornal da Comarca de Palmital, ladrões agiram na noite de quinta-feira (15) e arrombaram a porta da frente da sede da Secretaria de Saúde da Prefeitura, conseguindo acesso às dependências do órgão municipal.

Foram levados do local, além do material de escritório recuperado, dois notebooks, uma lanterna de verificação de tracoma (doença ocular) e alguns pertences de funcionários. Os criminosos também reviraram móveis em busca de outros objetos de valor.

Por volta das 0h40, policiais militares faziam patrulhamento pela rua Estados Unidos, no São José, e conseguiram localizar os menores.

O adolescente de 16 anos portava uma bolsa preta que continha vários produtos de papelaria, como canetas, lápis, cola, marca-texto, percevejos e pilhas. Eles informaram aos policiais que haviam pegado os materiais que estavam com outro rapaz, com quem eles haviam brigado pouco antes.

Os menores informaram que, como o rapaz havia furtado a casa do adolescente de 17 anos a algumas semanas, eles resolveram tomar satisfações quando o encontraram na rua pouco antes.

Após uma luta corporal, o jovem teria fugido e deixado para trás a bolsa com a inscrição da Secretaria Municipal de Saúde, onde estavam 585 unidades de produtos para escritório.

Os adolescentes foram apresentados na Polícia Civil, onde houve o registro do boletim de ocorrência de apreensão de objeto. A equipe da Delegacia de Palmital deverá apurar a autoria do furto.

A PM realizou diligências pela cidade, mas não conseguiram localizar o rapaz que teria abandonado a bolsa para confirmar a versão dos menores, que foram liberados depois dos trabalhos policiais.

Continue lendo

Polícia

Caminhão carregado com fécula de mandioca tomba na Rodovia Raposo Tavares em Palmital

Acidente aconteceu na tarde desta quinta-feira (15). Ninguém se feriu.

Publicado em

Do AssisNews
Caminhão carregado com fécula de mandioca tomba na Rodovia Raposo Tavares em Palmital (Foto: The Brothers)
Caminhão carregado com fécula de mandioca tomba na Rodovia Raposo Tavares em Palmital (Foto: The Brothers)

Um caminhão carregado com fécula de mandioca tombou na tarde desta quinta-feira (15) na Rodovia Raposo Tavares (SP-270) em Palmital (SP).

De acordo com informações, o acidente ocorreu na altura do quilômetro 427 e parte da carga ficou espalhada pelo acostamento.

A via chegou ser interditada para transbordo do produto e destombamento do caminhão, que tem placas de Cândido Mota (SP).

Apesar do susto, ninguém se feriu.

Caminhão carregado com fécula de mandioca tomba na Rodovia Raposo Tavares em Palmital (Foto: The Brothers)

Caminhão carregado com fécula de mandioca tomba na Rodovia Raposo Tavares em Palmital (Foto: The Brothers)

Caminhão carregado com fécula de mandioca tomba na Rodovia Raposo Tavares em Palmital (Foto: The Brothers)

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas