Presidente da Comissão de Assuntos Relevantes pede exoneração da Secretária Municipal da Educação

A secretaria teria omitido os relatórios solicitados pela Comissão.

Timba usando a Tribuna (Foto: Reprodução)

Durante a sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Assis nesta segunda-feira, 12, o vereador e presidente da Comissão de Assuntos Relevantes, formada para apurar a real situação financeira deixada pela Administração anterior, João da Silva Filho, o Timba, DEM, usou a tribuna, e, publicamente, pediu ao Prefeito Ricardo Pinheiro que exonerasse a Secretária da Municipal da Educação.

De acordo com o vereador a Secretária obstruiu os trabalhos dos vereadores componentes da Comissão, uma vez que negou-se, apesar de reiterados pedidos, a fornecer a documentação necessária para instrução do processo.

Timba ainda ressaltou que a secretária deixou de entregar documentos de suma relevância para a condução da comissão e que se a comissão dependesse somente da Secretária não teria conseguido concluir o relatório final.

Durante o uso da Tribuna, Timba parabenizou o relator Claudecir Rodrigues e os demais vereadores que integraram a Comissão, que, mesmo diante da tal omissão, conseguiram tocar o processo e oferecer uma conclusão bastante significativa e que poderá servir de base para uma apuração mais severa dos fatos.
Foi frisado ainda pelo vereador, que pela estabilidade política do momento e pelo discernimento dos vereadores, que souberam separar os acontecimentos e as responsabilidades de cada um, o Sr. Prefeito poderia até responder a um processo de cassação na Casa Legislativa, porque no fim das contas ele é o responsável.

“Mas, quando o pedido foi feito a ele diretamente, foi atendido, por isso “entendo” que se esta autoridade que não respeita o legislativo for excluída do serviço público municipal, então esta Casa Legislativa, será devidamente respeitada. Pois, pelo visto, a Sra. Secretária tem por costume se assoberbar em seus domínios e não prestar contas de sua pasta a ninguém”, disse o vereador.

Timba acrescentou, por fim, que a imprensa local noticiou que o parecer conclusivo do conselho de acompanhamento do FUNDEB, relativo ao primeiro trimestre deste ano, foi rejeitado, tendo como motivo o fato de não receberam a documentação solicitada da Secretária. Concluiu, o vereador, requerendo à Mesa Diretora da Câmara que oficiasse ao Sr. Prefeito para que tome providencias no sentido de exonerar a Secretária da Educação, vez que não vê outra solução para a pasta.

#MAIS LIDAS DA SEMANA