O Al-Hilal continuará pagando salário astronômico a Neymar: indenização da FIFA não faz nem cócegas!

Impasse entre FIFA e Al-Hilal surge, e a lesão de Neymar deve mantê-lo fora dos campos por mais de 9 meses, com incertezas sobre pagamento.

A grave lesão de Neymar,  uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo que ocorreu durante o jogo Uruguai e Brasil, gerou comoção entre torcedores, jogadores e personalidades esportivas nos quatro cantos do planeta. Esta está sendo encarada a lesão mais grave que o camisa 10 da Seleção Brasileiro e do Al Hilal teve em sua carreira.  

Ao lado da questão de saúde, entra também nas discussões a questão financeira. Quem vai pagar os salários de Neymar enquanto o craque estiver fora dos gramados? Como está sob contrato, o clube saudita Al-Hilal terá de continuar a pagar os rendimentos mensais ao jogador brasileiro. 

No entanto, o clube azul e branco vai recorrer a um mecanismo da FIFA que auxilia com compensação financeira aos clubes quando eventuais lesões ocorrem com os jogadores quando eles estão competindo por suas seleções nacionais em torneios da FIFA. Essa indenização é assegurada a todos aqueles atletas que se machucam em competições FIFA e precisam estar em tratamento mais do que 28 dias seguidos.

Impasse com a FIFA: valor da indenização é uma piada!

Eduardo Carlezzo, um especialista em direito desportivo internacional, esclarece que a FIFA cobre até um ano de lesão, com uma indenização limitada a 7,5 milhões de euros, cerca de R$40 milhões na cotação atual.

Mas esse limite de valor não chega nem perto de cobrir o altíssimo salário de Neymar no Al-Hilal. De acordo com a revista Forbes, Neymar recebe cerca de US$112 milhões, o equivalente a R$566 milhões, por temporada no clube saudita. A quantia da FIFA não cobriria sequer um mês de salários do craque brasileiro.

Neymar trocou o PSG pelo Al-Hilal na última janela de transferências europeia, tendo jogado apenas cinco partidas e marcado apenas um gol antes de se machucar no jogo contra o Uruguai pelas Eliminatórias.

De acordo com informações, o programa da FIFA destina um total anual de 80 milhões de euros, cerca de R$400 milhões, para todos os clubes em caso de lesões de seus jogadores.

Está criado o impasse entre FIFA e Al-Hilal e essa história promete ter muitos capítulos. O fato é que Neymar deve ficar fora dos campos por mais de 9 meses, pois esta lesão requer um processo lento e gradual de volta aos gramados. Enquanto os meses correm, o jogador brasileiro vai ver cair na sua conta todo mês uma quantia milionária. Sabemos que o dinheiro do petróleo saudita é quase infinito, mas será que eles vão pagar sem colocar a FIFA na justiça?

Acompanha tudo sobre Neymar no X (antigo Twitter) do craque:

notícias

Deixe um comentário

Você está aqui : Início > Brasil > Seleção Brasileira > O Al-Hilal continuará pagando salário astronômico a Neymar: indenização da FIFA não faz nem cócegas!