O Boca revelou seu trunfo na manga – quem está por trás do sucesso da equipe!

O treinador de goleiros Fernando Gayoso tem um trabalho essencial no Xeneize.

O Boca Juniors tem uma figura que desempenhou um papel importante em seu recente sucesso na disputa de pênaltis da Copa Libertadores. Ele é Fernando Gayoso, treinador de goleiros. Com ele em suas fileiras, goleiros como Agustín Orión, Rossi e agora Sergio Romero encontraram sua melhor versão quando se trata de pênaltis.

Antes de ingressar em seu clube atual, Gayoso jogou nos seguintes clubes Tigre, Nacional, Vélez Sarsfield e Racing. Em 2014, teve sua primeira passagem pelo La Bombonera, enquanto o técnico era Carlos Bianchi.

Seu nome ficou conhecido naquele ano, quando o time jogou nas oitavas de final da Copa Sul-Americana contra o Deportivo Capiatá e o Orión cresceu com duas defesas de pênalti na disputa de pênaltis.. Em meio à comemoração, o ex-San Lorenzo procurou o homem que lhe ensinara aquele caminho: La Sabandija. Curiosamente, esse apelido foi dado ao goleiro nascido em Ramos Mejía.

Entre 2016 e 2019, ele estava no Racing. Chegou a pedido de Orión, que queria que ele permanecesse em um bom nível. Seu estágio terminou com a chegada de Sebastián Beccacece. Lá ele retornou ao Boca, sob o comando de Miguel Ángel Russo. Ambos tinham um período de ouro no El Fortín em 2005, quando venceram o Clausura.

Durante seu tempo no clube, ele treinou Sebastián Peratta, goleiro campeão com o Newell’s em 2013. Os dois mantiveram um relacionamento próximo desde então e o nativo de Buenos Aires dedicou algumas palavras bonitas a ele em uma entrevista.

“Não é coincidência que todos os goleiros que o tiveram tenham alcançado um nível tão alto e isso fala de trabalhar a confiança, não apenas as condições, mas na cabeça desse jogador quando algo dá errado.Ele precisa se sentir melhor a cada dia e que, a longo prazo, no auge de uma disputa de pênaltis, isso tem um impacto na tomada de decisão do goleiro”,

confessou o goleiro aposentado.

Após a saída de Russo, ele se tornou funcionário do clube. Ele continuou no Boca como treinador nos ciclos de Sebastián Battaglia, Hugo Ibarra e agora com Jorge Almirón.

Sua marca em todos os gols do Boca Juniors.

Sergio Romero reservou um momento para falar sobre a relevância desse personagem para seu desempenho atual. De seu ponto de vista, é a pessoa que mais exigiu dele desde que ele começou sua carreira na segunda equipe do Racing em 2006. Ele confirmou isso em uma entrevista que deu para o canal oficial do Youtube do time azul e dourado.

“O trabalho de Gayoso é notável. Em nenhum momento da minha carreira eu havia sido solicitado a treinar na academia como algo específico para goleiros, no dia a dia, e aqui eu me vi com uma rotina totalmente diferente que me ajudou muito“,

disse o homem nascido em Bernardo de Irigoyen.

As estatísticas comprovam isso. O ex-goleiro do Manchester United tem 8 pênaltis defendidos em 14 desde que chegou a La Bombonera, com uma taxa de sucesso de 57%. Metade deles foi nas oitavas e quartas de final da Libertadores, contra o Nacional do Uruguai e o Racing. O restante está dividido entre Central Córdoba, Banfield, Deportivo Pereira e Independiente.

Antes do início da disputa de pênaltis contra La Academia, as câmeras captaram a conversa entre Gayoso e Javi García, goleiro substituto. Os dois se conhecem desde a época em que jogavam no Tigre. Depois disso, eles levaram as instruções a Romero, que respondeu de forma excelente. Por essa razão, ele destacou seu trabalho.

“Quando você decide como um grupo e acerta, é isso que eu sempre enfatizo. O trabalho de Fernando Gayoso, Javier García e Leandro Brey é admirável. E depois há uma pessoa que tem de colocar seu corpo sob os três postes”,

acrescentou o vice-campeão da Copa do Mundo de 2014.

Histórias como essas mostram que os pênaltis não são uma loteria, como muitos jogadores, jornalistas e torcedores costumam afirmar. Com a quantidade de estudos prévios e a preparação minuciosa com a qual eles vão para a disputa de pênaltis, eles dão a entender que há muita reflexão por trás da prática.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 25 de Fevereiro 2024

Legend Play Sports

Bônus

R$ 1.750

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

Leovegas Sport

Bônus

R$ 150
Deixe um comentário

Você está aqui : Início > Competições Sul-americanas > Copa Libertadores > O Boca revelou seu trunfo na manga – quem está por trás do sucesso da equipe!