Lionel Messi teria surpreendido Maradona? O amigo de Diego revela

Guillermo Coppola, ex-representante de Maradona, explicou como ele imagina que ‘El Pelusa’ teria reagido à terceira estrela da Albiceleste.

Diego Maradona teria comemorado com alegria com Lionel Messi a consagração da seleção argentina na Copa do Mundo. Foi assim que Guillermo Coppola, ex-representante do ‘El Pelusa’, que tem as credenciais para falar sobre Maradona porque foi um dos mais próximos do vencedor da Copa do Mundo do México em 1986, imaginou isso.

Eu o teria abraçado, teria chorado com ele. Ele o teria levantado e carregado em seus ombros. Não tenha dúvida de que, se seu corpo lhe permitisse, ele o teria carregado nos ombros e dado a volta olímpica. E se eu estivesse ao lado dele, eu o ajudava, eu o segurava por trás. Essa era a imagem. Eu sonhava com essa imagem, no Brasil, tudo.“,

disse ele em uma entrevista com Super Deportivo Mitre.

Diego estava na final da Copa do Mundo no Brasil 2014, onde a ‘Albiceleste’ perdeu para a Alemanha por 1 a 0 na prorrogação.

Por outro lado, Angel Di Maria também lembrou que a frustração. Ele disse que se arrependerá para sempre por não ter conquistado o título, pois o grupo de jogadores merecia. Especialmente nomes como Ezequiel Lavezzi, Lucas Biglia, Javier Mascherano, Gonzalo Higuaín e Kün Agüero.

Este último foi o que carregou o capitão da equipe nacional depois de ganhar sua terceira estrela. Os dois têm sido amigos íntimos desde seus primeiros dias nas categorias de base.

Mas o mais curioso é que o ex-atacante e Maradona têm uma certa relação: Benjamín Agüero é filho de Sergio e neto de ‘El Pelusa’, assim como a mãe do agora streamer é Gianinna, a filha mais nova do artista de ‘hand of God’.

Apesar de seu desejo, ele não chegou a ver o futuro jogador do Inter Miami levantar uma taça com seu país. A morte de Diego Armando foi em novembro de 2020 e a America’s Cup, a Finalissima e a Copa do Mundo vieram depois.

O discurso de Lionel Messi foi menos preparado do que seu discurso na Copa América.

Lionel Messi teve que assumir o bastão novamente antes de uma final de copa. Depois de fazer isso na final da Copa América de 2021, o capitão foi mais uma vez a voz de comando, mas dessa vez ele teve menos preparação. Apesar disso, isso não significou que foi menos emocionante.

Isso foi confirmado por Angel Di María no meio de uma entrevista para o programa especial Key to Eternity transmitido pela TV pública.

“Leo disse menos coisas do que na final da Copa América, mas eu tinha algumas lágrimas em meus olhos.. Não por nervosismo, mas pelo momento que você está vivendo. Essa é a coisa mais linda que pode acontecer a um jogador de futebol,

disse o ala rosarino

Fideo chegou a esse jogo com muitas dúvidas devido a uma lesão sofrida na fase de grupos contra o México, mas ele descansou na semifinal contra a Croácia e isso o ajudou a ficar mais concentrado.

“Foi bom para mim depois de não jogar contra a Croácia porque eu tinha a adrenalina de jogar a final. Encarei aquele jogo como apenas mais um, sem a pressão de ter de vencer porque já havíamos vencido coisas antes, tudo estava um pouco mais calmo. Já tínhamos conquistado algo importante com a Argentina e tínhamos completado as sete partidas, o que era o mais importante”,

disse ele.

Aposta nas melhores casas de apostas do dia 25 de Junho 2024

KTO Sport

KTO Sport

Bônus

R$ 200

EsportesdaSorte Sports

EsportesdaSorte Sports

Bônus

R$ 300

Parimatch Sport

Parimatch Sport

Bônus

R$ 500

Starda Sport

Starda Sport

Bônus

R$ 500

Legendplay Sports

Legendplay Sports

Bônus

R$ 1.750

Roobet Sports

Roobet Sports

Bônus

R$ 80

Royalistplay Sports

Royalistplay Sports

Bônus

R$ 500

LeoVegas Sport

LeoVegas Sport

Bônus

-

IZZI Sport

IZZI Sport

Bônus

R$ 100

Bet7k Sports

Bet7k Sports

Bônus

R$ 7.000
Deixe um comentário

Você está aqui : Início > Argentina > Seleção Argentina > Lionel Messi teria surpreendido Maradona? O amigo de Diego revela